sexta-feira, 30 de julho de 2010

Deu vontade de chorar
Quando olhei nos olhos teus
Vi ausência de um brilho
Logo percebi que aquilo
Representava um adeus

Eu tentei trancar a porta
Pra você não ir
Eu tentei te convencer
Que você era feliz
Mas de nada adiantou
Vi nosso amor chegar ao fim

Me forçou abrir a porta
E deixar você passar
Quase fiz uma loucura
Tentando te segurar
Você não quis nem assunto
Me deixou sofrendo muito
Esperando você voltar

O amor não tem limite
Quando vem do coração
Fui te vendo indo embora
Fui perdendo a razão
Se eu machuquei o seu braço
Seu adeus fez um regaço
Dentro do meu coração

Faz assim não paixão
Venha logo me tirar da estranha solidão
Faz assim não paixão
Venha logo me tirar da estranha solidão


( Breno Reis e Marco Viola) Estranha Solidão

Nenhum comentário: